Novos modelos de negócios, uma visão sobre mudanças – Parte 1

Há alguns dias, recebi um e-mail interessante: A 3CX, parceiro da Plantec e empresa global, informa a todos os clientes de sua base que tenham uma versão 14 perpétua, obsoleta e que ao mesmo tempo não tenham contrato de manutenção anual (que garante os upgrades) receberiam até 31/12/2017, gratuitamente uma versão 15.5 anual, atualizadíssima e sem custos.

O que leva um fabricante global de software a atualizar milhares de sistemas no mundo inteiro, da Russia a China, da Inglaterra aos Estados Unidos e é claro no Brasil. Sem custos iniciais? Afinal no primeiro momento, há despesas e não há receitas associadas.

Bom, este é um ótimo exemplo de como a indústria de software está lidando com as mudanças.

O ponto é: como criar um novo modelo de negócios que atenda às necessidades dos modelos de negócios de nossos clientes que, formam nosso mercado.

A primeira informação é claro, o PABX aqui não é um hardware dedicado e/ou legado, e sim um software agnóstico, pois opera em ambientes operacionais variados.

Como hardware, há alguns anos, havia sentido em posse ou propriedade, embora você tenha uma forte depreciação do bem. Naquele momento o valor da empresa era fortemente impactada pelo patrimônio.

E agora? A necessidade e interesse do cliente é o valor gerado em benefício do negócio e na precisão da execução do modelo escolhido. Assim, o que importa é o poder de geração de valor: o que o produto resolve e aproximação das pessoas no trabalho colaborativo e as possibilidades geradas como mobilidade, integrações geradas e tarefas automatizadas.

Assim a 3CX adotou um novo modelo de licenciamento onde o cliente recebe total acesso a todas as funcionalidades por 1 ano. Ou seja, você paga menos e tem um ano de uso garantido.

Ao mesmo tempo, o cliente recebe todas as atualizações tecnológicas publicadas no período contratado sem a necessidade de pagamentos adicionais. Lembre-se, todos os dispositivos e sistemas operacionais evoluem ao menos duas vezes ao ano e é necessário manter o seu PABX atualizado. Além disso, o modelo de negócios prevê que o canal de parceiros vote nas principais novas funcionalidades a serem implementadas em cada versão ou Pack. E o cliente recebe tudo isso, sem nenhum ônus.

Perceba, no tempo do sistema legado, como fazer um upgrade ou ativar uma nova função? As mudanças lentas dos negócios nos permitiam esperar e pagar por isso. Não mais.

Do ponto de vista do cliente me parece bastante lógico pagar pela operação anualmente, com algumas vantagens:
a) Custo Inicial mais baixo;
b) Escalabilidade da Solução se o negócio prosperar;
c) Interromper a Operação se o negócio não prosperar;
d) Manter o sistema atualizado, praticar novas idéias e possibilidades;
e) Opex ao invés de Capex;

Então, a 3CX deseja com este upgrade colocar-se ao lado destes clientes que desejam aprimorar os seus modelos de trabalho. E, é claro, no ano que vem após aprovar as novas versões o cliente deverá realizar a renovação, e pagar por ela. E o fará, pois a solução é admirável.

Pense nisso! No próximo artigo comentarei quais os benefícios para os Integradores do Programa de Canais da 3CX, na Plantec.